(Fofografia da artista Sabine Weiss)


Vou fazer dos brinquedos que eu nunca vi
E a mão da minha mãe que um dia me acarinhou

Um castelo além do mar,
no lugar dos sonhos..
Sonhos que realmente riem
Sonhos que fazem feliz.
Esta é minha cama na banqueta do parque
Esta é minha casa na rua.
Quero o sonho de risa
Quero o sonho de carinho
Este é meu direito baixo as estrelas..

Luis Enrique in Poemario Mio


*****


Post dedicado a todas as crianças sem um tecto e que vagueiam pelas ruas, entregues ao acaso e à caridade de algumas almas de boa vontade.

Desafio lançado pelo O
Alquimista , à todos aqueles que têm honrado com a sua presença em seu espaço e minha por aqueles que também por aqui navegam: Transcrever ou criar um texto sobre esta dramática situação em que vivem algumas das nossas crianças, com o intuito de criar na blogosfera uma voz que se erga alto e manifestar em uníssono o nosso mais profundo repúdio.

O Poema/Post foi cedido por Luis Enrique do Blog Poemario Mio e Ombres de L´ether .

****

4 comentários:

  1. Lindo, comovente, sublime como o teu maravilhoso coração...
    Bem hajas e que o mundo reconheça a pessoa especial que és...!

    Beijinho terno

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso Hanah. Maravilhoso Enrique.



    Bjs, ***maat

    ResponderExcluir
  3. felixrodrigues9:51 AM

    Fantástico poema.
    De facto temos que deixar de silenciar as criar pelo frio, pelo abandono, pela falta de amor.

    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir